alheira

Como fazer farinheira assada: 3 formas a experimentar

A farinheira, tal como outros enchidos portugueses, é versátil e pode ser confecionada de várias formas diferentes. A farinheira assada tem a vantagem de ficar com pouca gordura se for bem feita, e muito saborosa.

Este enchido, que é maioritariamente servido cozido como acompanhamento ao cozido à portuguesa ou à feijoada, serve muito bem como entrada também. A farinheira é feita com massa de pimentão, colorau, vinho, e por vezes um pouco de gordura de porco, o que lhe dá um sabor único.

Neste artigo vamos ver algumas formas de fazer farinheira assada: todas de forma a que não rebente e que fique o mais saborosa possível.

Impressione os seus convidados e família com o nosso eBook de receitas deliciosas.

Farinheira assada no forno

Farinheira assada no forno é bastante fácil. Basta arranjar uma farinheira boa, de preferência pouco curada e ainda macia, e picá-la com um garfo ou com um palito. Isto vai impedir que a farinheira rebente, pois liberta a pressão.

Antes de colocar a farinheira no forno certifique-se de que preaqueceu este até chegar a uma temperatura elevada. Depois basta colocar a farinheira num tabuleiro e levá-la ao forno durante cerca de 10 minutos, tendo em conta que o tempo que leva a assar varia de acordo com o tamanho do enchido e do forno.

Se quiser acrescentar um pouco de sabor à farinheira assada basta acrescentar um pouco de vinho do porto ao tabuleiro assim que o enchido começar a ficar estaladiço. No final basta escorrer a gordura do tabuleiro para não ficar demasiado gordurosa.

Caso queira preservar a gordura da farinheira para se certificar de que não perde sabor, envolva o enchido em papel de alumínio antes de o levar ao forno. Isto pode ser o ideal se for, por exemplo, juntar a farinheira a arroz branco.

Farinheira no microondas

Para assar farinheira no microondas precisa de primeiro picar o enchido com um palito, para evitar que este expluda. O microondas é diferentes do forno logo não precisa de ser preaquecido, mas se conseguir tapar a farinheira em material próprio para o microondas será melhor.

Note que no microondas não pode usar papel de alumínio, nem vários tipos de plásticos que podem derreter. Em caso de dúvida, coloque-a apenas num prato, depois de a picar com um palito ou garfo, e vá controlando o enchido para que fique bem tostado.

Farinheira assada na chapa

Para fazer farinheira assada na chapa ou na brasa terá de ter em conta, de qualquer modo, a probabilidade de esta rebentar. Antes de colocar a farinheira na chapa, pique-a, e borrife-a com um pouco de azeite para que não fique a pele colada.

Antes de colocar o enchido na chapa certifique-se de que esta está bem quente para se certificar de que ocorre a reação de Maillard. Esta ajuda a que os produtos assados – como a farinheira – tenham melhor sabor, odor, e cor.

Assar a farinheira numa chapa que ainda não esteja quente não vai produzir a reação de Maillard, nem colar a pele do enchido. Se usar demasiado azeite, pode ficar com um pouco de gordura a mais – se assim for, use papel de cozinha para tirar o excesso.

Acompanhamentos

Para acompanhar farinheira assada aconselhávamos o uso de um pouco de pão, ou uma salada fresca com alface, tomate, e cebolas. Caso queira acompanhar a mesma com frutos vermelhos, cenoura, ou milho também ficará saboroso.

Alternativamente poderá usar a farinheira confecionada para acompanhar outros pratos, como o cozido à portuguesa, ou juntá-la a um acompanhamento para lhe dar mais sabor e riqueza.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

back to top